• logo
  • titulo

A prática da respiração

A prática da respiração

Por Clarice Knapp

Publicado originalmente no blog do Yoga Pela Paz

Não existe nada mais próximo e ao mesmo tempo desconhecido que a nossa respiração. Vivemos em um oceano de ar e, embora imersos nesse elemento, introduzimos nos pulmões uma quantidade insuficiente de oxigênio. 

Uma respiração profunda precisa ser realizada intencionalmente. Um ser humano precisa de uma respiração consciente e profunda para transformar as emoções e os pensamentos negativos, e assim, obter domínio sobre si mesmo. 

Quanto mais ampla a respiração de um ser humano, mais rica é a sua realidade. 

Para transformar-se, dedique tempo a respiração.

Yoga é uma ciência, e pranayama (exercício respiratório) é a aplicação prática dessa ciência. As técnicas respiratórias por si, executadas intencionalmente, criam um efeito específico no corpo e nas emoções. O efeito dessas técnicas pode ser ampliado quando executadas com sensibilidade e atenção, com um profundo entendimento da relação entre o corpo e a mente.

Se aumentamos nossa sensibilidade à respiração, do nível mais denso ao mais sutil, começamos a entender os segredos do ciclo da vida. Quando esse conhecimento desperta, obtemos maestria sobre nossas escolhas. 

Na vida diária, na maioria das vezes, as coisas acontecem de maneira automática: comemos sem atenção, trabalhamos, brincamos, experimentamos diferentes sentimentos, como raiva e prazer; geralmente sem prestar atenção ao que sentimos, fazemos e experimentamos. 

As técnicas respiratórias aumentam a sensibilidade não apenas no nível físico, mas também nos níveis mais sutis que, normalmente não são conscientes. 

Nossos estados mentais estão intimamente ligados a qualidade do prana (força vital) que absorvemos. Ao influenciar o fluxo de prana através da respiração, modificamos nossos estados mentais, e vice-versa. O que acontece na mente afeta a respiração e ela torna-se rápida quando estamos agitados, e profunda quando estamos relaxados. Com a prática diária de pranayama podemos modificar nosso padrão mental/emocional.

As mudanças que ocorrem no padrão mental podem ser observadas nos nossos relacionamentos com as pessoas. Relacionamentos são um teste verdadeiro se realmente conseguimos nos conhecer melhor. 

Quando um músico toca um instrumento de cordas, começa afinando as cordas. Assim como o instrumento permanece afinado por muitas horas depois de ter sido ajustado, o ritmo, a profundidade e a frequência da respiração podem ser alterados por muito tempo após a prática da respiração consciente. Combinar sessões de trabalho respiratório com pequenas observações da respiração durante o dia, com o tempo, alteram completamente a maneira como funcionamos física, mental e emocionalmente.

Contato

Tel: (11) 3819-3283 / 3032-6465

E-mail: info@nucleodeyogaganesha.com.br

End: Ferreira Araújo, 449 - Pinheiros

Travessa da Pedroso de Moraes - São Paulo - SP

Mídias Sociais

   Facebook